ENFERMAGEM UNIFIPA COMEMORA DIA INTERNACIONAL DA PROFISSÃO COM PALESTRA E MESA REDONDA NO CAMPUS SEDE.

Luiz Felicio Chaves sexta-feira, 13 de maio de 2022

Centro Universitário Padre Albino

No último dia 12 de maio foi comemorado o Dia Internacional da Enfermagem. A data foi escolhida em homenagem à Florence Nightingale, nascida no ano de 1820, considerada a “mãe” da enfermagem moderna. No Brasil a data também lembra Ana Néri, primeira enfermeira brasileira a se alistar voluntariamente em combates militares.

Para comemorar esse dia especial o curso de enfermagem do Centro Universitário Padre Albino/Unifipa promoveu a “Semana da Enfermagem Unifipa 2022”, convidou graduandos de enfermagem, equipes, enfermeiros e egressos do curso para evento comemorativo na Sala de Ginástica e Dança do Campus Sede que foi apresentado pela professora do curso, Taís Pagliuco Barbosa. Representando a reitoria da Unifipa estiveram presentes a Profa. Dra. Andreia de Haro Moreno, pró-reitora de Ensino de Graduação, Extensão, Assuntos Comunitários e EAD, juntamente com a Profa. Dra. Silene Fontana, pró-reitora Acadêmica.

Dra. Andreia parabenizou todos os profissionais, egressos e alunos de enfermagem e destacou a importância e os desafios da profissão para os próximos anos, “desafios esses que vocês, alunos, deverão se mostrar prontos para enfrentar sempre com muito profissionalismo, ética, dedicação e amor, itens tão sabiamente trabalhados pelos docentes do curso e que se tornam plenamente possíveis através da dedicação incondicional de vocês. Por isso espero que vocês aproveitem todo conteúdo apresentado pelos palestrantes nesta noite”, finalizou a pró-reitora.

Abrindo os trabalhos a coordenadora do curso de Enfermagem, Profa. Mª. Luciana Braz de Oliveira Paes, cumprimentou e agradeceu pela presença das pró-reitoras, ao apoio de sempre do reitor Dr. Nelson Jimenes, as autoridades presentes, docentes enfermeiros, colegas de profissão, e todos os estudantes. “Ver essa sala com tantas pessoas interessadas em adquirir conhecimentos nos dá esperança no futuro da Enfermagem. Hoje, 12 de maio, comemoramos o dia internacional em homenagem às nossas grandes precursoras, data de aniversário de Florence Nightingale, uma mulher nobre que deixou todo seu conforto para se dedicar, em plena guerra, ao início de uma profissão tão nobre quanto seu gesto, início da enfermagem moderna, e Ana Néri, enfermeira brasileira que se alistou voluntariamente em combates militares. Queridos amigos de profissão, é com muito orgulho que devemos comemorar esse dia, os grandes feitos pela enfermagem e a colaboração da ciência nos dias atuais e tantos outros feitos que são essenciais e proporcionando promoção, redenção e tratamento na saúde. Recentemente a pandemia mostrou ao mundo a importância dos profissionais de saúde e hoje vou me dirigir especificamente ao enfermeiro, que exerceu com responsabilidade sua profissão em condições de sobrecarga de trabalho e exaustão; portanto, assim como Florence, nosso reconhecimento eterno a esses profissionais. No ano que o tema escolhido pelo Conselho Federal de Enfermagem foi o foco nos avanços e nas conquistas, a profissão vence uma etapa na luta pelo piso salarial; portanto, nesta noite, em comemoração a este dia tão especial, convido todos os estudantes a embarcar nessa profissão com consciência de seus atos, de sua importância na sociedade quanto à ciência e saúde. Parabéns a todos”, finalizou Luciana.

Após a fala da coordenadora, as bailarinas da escola de dança Alexandre Mendes fizeram homenagem aos enfermeiros e aos futuros enfermeiros com uma apresentação.

Após a dança, a psicóloga Luciana Cristina Calza ministrou a palestra “Ser Enfermeiro (a) Nos Dias Atuais” fazendo reflexão sobre o mundo real e como ele pode nos assustar. “O enfermeiro cuida, mas em vários momentos ele precisa de cuidado; é preciso ter equilíbrio entre razão e emoção para que a profissão seja bem desenvolvida. Ser empático e se colocar no lugar do outro é essencial, mas sempre com equilíbrio e compaixão. Saber cuidar da dor do outro sem puxá-la para si; quem cuida precisa se cuidar e estar bem consigo mesmo”, complementou Luciana. Ao final da palestra, a psicóloga apresentou uma dinâmica aos alunos sobre auto avaliação, com notas de 0 a 10, e perguntou quanto os alunos estão se cuidando em relação à qualidade de vida. Explicou que a junção entre a saúde profissional, física, social, emocional, mental e espiritual contribui para uma vida com mais equilíbrio, estimulando assim o auto cuidado.

Ao final foi realizada a “mesa redonda” “O perfil de liderança do enfermeiro sob as diferentes perspectivas”, entre participação da psicóloga Luciana Calza, a Profa. Mª. Luciana Braz de Oliveira Paes, coordenadora do curso de Enfermagem, a Profa. Dra. Aline Fiori dos Santos Feltrin, o Prof. Me. João Cesar Jacon, Regina Pardin, enfermeira responsável técnica do Hospital Padre Albino, Rodrigo das Neves Cano, enfermeiro e Secretário da Saúde de Catanduva, Luís Ferraz, coordenador de Educação Permanente do Hospital Mahatma Gandhi. Eles discutiram o tema sob várias óticas nos dias atuais. Para fechar a noite foram entregues mimos aos convidados e sorteados vários brindes aos alunos em comemoração à data. Foram arrecadados cerca de 100 litros de leite, doados por alunos do curso de Enfermagem ao HCC (Hospital de Câncer de Catanduva).

Galeria