Últimas Notícias

16
abr

UNIFIPA abre inscrições de Pós-Graduação Lato Sensu nas áreas de Saúde, Educação e Administração

  Com aulas presenciais e remotas, o curso de Pós-Graduação em ‘Microbiologia e Imunologia Clínicas’ oferta um módulo extra de "Vacinação". Nesta semana, a UNIFIPA lançou a campanha de Pós-Graduação Lato Sensu 2021, com oferta de sete cursos de especialização e qualificação profissional nas áreas de Saúde, Educação e Administração. As inscrições estão abertas em https://bit.ly/PosUnifipa2021 De acordo com a Profa. Dra. Ana Paula Girol, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, as ofertas impactam na formação do profissional e no mercado de trabalho. “Em um mercado cada vez mais competitivo são as escolhas que irão definir o sucesso da carreira profissional. Um currículo competitivo abre portas para as oportunidades e a UNIFIPA Catanduva oferece ao aluno excelente estrutura para qualificação profissional.”, comenta. Adaptando-se ao novo sistema de ensino, os módulos de aulas serão nas modalidades presenciais, remotas e a distância, conforme especificações de cada curso. Dentre as possibilidades de especialização, na área da saúde, o curso de Pós-Graduação em Microbiologia e Imunologia Clínicas oferta módulo extra "Vacinação" (opcional). “Os biomédicos que cursarem esse módulo extra poderão obter junto ao Conselho Regional de Biomedicina (CRBM) a habilitação em Imunologia com Ênfase em Clínica de Vacinação para atuar como responsável técnico (RT) no serviço de vacinação”, explica Ana Paula. Para facilitar o acesso desses profissionais aos cursos, a UNIFIPA dispõe de possibilidades de parcelamento e descontos para egressos. Informações podem ser obtidas através do 0800 772 5393 ou whatsapp (17)99789-9449. Confira os cursos ofertados Área da SaúdeCitologia Esfoliativa e Onco-hematologiaGestão em Saúde Coletiva (ênfase em Atenção Básica)Microbiologia e Imunologia Clínica (módulo opcional em Vacinação) Área da EducaçãoMetodologias ativas de aprendizagem na Educação a DistânciaPsicopedagogia Clínica e Institucional Área da Administração (em breve)Gestão Empresarial (ênfase Controladoria e Gestão Financeira)Festão Empresarial (ênfase em Gestão de Pessoas e Relações Trabalhistas)  
16
abr

COMUNICADO IMPORTANTE

O Centro Universitário Padre Albino – UNIFIPA reafirma as recomendações sobre cuidados preventivos e de distanciamento social, neste momento de retorno às atividades presenciais:
15
abr

Diretoria Executiva apresenta nova gestora do CSC da Fundação

O presidente da Diretoria Executiva da Fundação, Reginaldo Donizete Lopes, reuniu na manhã deste dia 15 de abril os gestores de áreas do Centro de Serviços Compartilhados/CSC para apresentar a nova responsável por aquela unidade, Maysa Magati Bull. Na ocasião foi apresentado o organograma atualizado do CSC.             Um Centro de Serviços Compartilhados, também referenciado como Shared Service Center, é estrutura da organização que atua como prestadora de serviços administrativos para várias empresas ou unidades de negócio. Conheça o novo organograma através do link http://fundacaopadrealbino.saude.ws/painel/uploads/noticia/noticia/OrganogramaCSCDetalhado-14-04-2021.pdf             Maysa Magati Bull, bacharel em Tecnologia pela FATEC/Taquaritinga em 1997 (Processamento de dados com ênfase em Análise de Sistemas), foi contratada pela Fundação Padre Albino em 2017 para gerenciar a área de Tecnologia da Informação (T.I.). Com 23 anos de experiência na área, gerenciando projetos de alta complexidade, bem como equipes de alta performance, Maysa assumiu posições como consultora, coordenadora e gerente de T.I. no Brasil e no exterior. Foi Head de T.I. em uma das principais empresas do Grupo Telefônica/Vivo no Brasil e desenvolveu competências multidisciplinares na análise, desenvolvimento e implantação de WMS/TMS em diversas empresas. “Minhas principais fortalezas são a experiência internacional, gestão eficiente do budget da área, reduzindo custos, gerenciamento e desenvolvimento de pessoas por metas e objetivos”, disse ela.             Maysa residiu por seis meses em Montevidéu/Uruguai, onde participou ativamente do levantamento, desenvolvimento e implantação do sistema WMS-WIS na rede de supermercados Disco.             Participaram da reunião também o diretor Administrativo e Financeiro, Heliton Wagner Benetelli, e as diretoras de Educação, Cristiane Valéria de Oliveira, e de Saúde e Assistência Social, Renata Rocha Bugatti.
12
abr

Alunos e docentes da UNIFIPA apontam perfil de cânceres malignos na microrregião

O estudo foi realizado entre 2015 a 2018 e envolveu discentes de iniciação científica e docentes do curso de Medicina de Catanduva.  O câncer tem vários fatores de risco que fazem com que os grupos populacionais exibam diferentes padrões de incidência, que geralmente estão associados a hábitos e exposição ambiental. Com objetivo de conhecer o perfil epidemiológico de cânceres malignos da cidade de Catanduva e microrregião foi realizada pesquisa desenvolvida por alunos e docentes do curso de Medicina/FAMECA UNIFIPA.  Os dados foram obtidos dos diagnósticos confirmados de cânceres malignos a partir de biópsias realizadas pelo Departamento de Patologia dos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos de Catanduva e da sua região de abrangência, no período de 2012 a 2015, analisados e comparados com dados das demais regiões brasileiras e mundiais.  Diferentes padrões para idade, sexo e tipos de câncer foram encontrados, como menor incidência de tumores de próstata, colo do útero e pulmão comparados ao perfil nacional. Em contraste, melanoma e câncer de útero tiveram maior incidência. “Esses dados revelam distribuição epidemiológica distinta, possivelmente explicada pelas características socioeconômicas e ambientais da região e poderão auxiliar a formular políticas de saúde adequadas a essa realidade”, explica a orientadora do estudo, Profa. Dra. Ana Paula Girol.  Considerando apenas os dados analisados com pacientes atendidos na microrregião, o estudo aponta o câncer de mama com maior incidência de diagnóstico, com 18% dos casos, seguido por câncer no colo e reto (16,7%) e de próstata (12,8%), respectivamente, conforme gráfico anexo.  O estudo foi realizado de 2015 a 2018, num total de 1.013 diagnósticos, e os resultados apresentados em congresso e publicados na revista internacional de artigos científicos ‘Cuidarte Enfermagem’.  Participaram da pesquisa a Profa Dra. Ana Paula Girol, orientadora; Prof. Dr. Lucas Possebon, co-orientador; Filippo Amorosino Dalloulf, Paula Ferreira Pinheiro, Caio Henrique Okuda Oliveira e Daiana Barbosa Dias Melo, na época alunos do curso de Medicina, graduados em 2019.  (Foto Ilustrativa)
CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA